Cadeirão de Papel

Alexandre Costa

Livros à Venda

Cadeirão de Papel
Autor: 
AlexandreCosta

Editora: Pastelaria Studios
Ano: 2013
Páginas: 146
I.S.B.N.: 978-989-8629-18-0
Tipo: impresso
Preço: EUR10.00
Sinopse:
A qualquer hora, em qualquer lugar
Sempre que a vontade sentenciou
A alma recostou-se neste cadeirão
E alimentada pela ânsia de ir mais além,
Foi lançando a tinta no tempo, ao tempo,
Com todos os sentimentos próprios de existir,
Relevando o amor como a maior fonte de inspiração.
Será que ao sentar-se nele, vai sentir-se confortável?
Será que existe a possibilidade de que ele o absorva
e o sinta seu?
 
Poesia Sem Gavetas - Parte II
Autores: 
AlexandreCosta, outros

Editora: Pastelaria Studios
Ano: 2013
Páginas: 354
I.S.B.N.: 978-989-8629-39-5
Tipo: impresso
Preço: EUR25.00
Sinopse:
Fazendo dos seus dedos apenas o prolongamento das suas almas
Chegaram-nos Poetas!
Provámos as delícias que nos iam chegando
em poesia.
Em forma de verso em forma de prosa
Em forma de tudo
Em forma de nada
Sente-se a alma, aquela que tantas vezes querem esconder do mundo.
Poemas que se sentem quase sem querer…
Poesia que não se define por não ter definição
A vossa voz!
O vosso querer!
O vosso sentir!
Almas mascaradas em letras
“Esborratadas” em símbolos que se deixam entender…
Para isso vos serviram as palavras!
Em forma de nada
De sentidos acordados
Por aqui apenas as “cozinhámos”!
Deliciem-se
Porque…
AQUI HÁ POETAS!
 
Poesia Sem Gavetas - Parte III
Autores: 
AlexandreCosta, outros

Editora: Pastelaria Studios
Ano: 2014
Páginas: 350
Tipo: impresso
Preço: EUR22.00
Sinopse:
Plena de metáforas, inconstâncias, esperança, ilusões, alusões, barulho, silêncios…
Plena de vós!
Plena de intervalos, de caprichos, suspiros…
Gritos!
Súplicas!
Sem espaços…
Plena de todos os sentidos quase por sentir.
Plena!
Assim foi a vossa poesia
Nesta - Poesia Reunida
Deram-nos o vosso ser.
Aqui termina um começo! Não há finais em poesia…
Não há despedidas convictas! Não há espaço para palavras não ditas! E há tantas por dizer… (não) pode haver… Aqui terminamos. E aqui vos esperamos… num outro ruído qualquer…

Site do Escritor criado por Recanto das Letras